Maranhão participa do 2º Encontro Nacional de Comunicadores de Protesto em São Paulo

Aconteceu na última quarta-feira, 06 de fevereiro de 2019, o 2º Encontro Nacional de Comunicadores de Protesto. O Encontro, que foi realizado no auditório da sede do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil (IEPTB-BR) em São Paulo, reuniu representantes de diversas capitais com o objetivo de alinhar as ações comunicacionais que serão desenvolvidas pelos Cartórios de Protesto de todo o Brasil em 2019.

Além do Maranhão, estiveram presentes no encontro os estados do Ceará, Pernambuco, Sergipe, Paraíba, Pará, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás, Espírito Santo, Acre, Minas Gerais e Distrito Federal.  

O 2º Encontro Nacional de Comunicadores de Protesto, que foi conduzido pelos jornalistas e sócios proprietários da LS Comunicação, empresa responsável pela Comunicação do IEPTB-BR, Lariza Squeff e Armando Medeiros, foi dividido em dois momentos: o primeiro, na parte da manhã, com a explanação da jornalista Lariza Squeff sobre as prioridades, desafios e metas comunicacionais para Cartórios de Protesto neste ano.

Logo depois foi a vez do gerente de TI do IEPTB-BR, Luis Paulo, falar sobre a implantação do Cenprot (Centro Nacional de Protesto), novo sistema que vai englobar mais serviços relacionados aos Cartórios de Protesto e que será implantado este ano no país. “O Cenprot será um sistema que possibilitará ao usuário uma maior possiblidade de serviços relacionados ao protesto. Esse sistema vai ao encontro dos novos rumos que os Cartórios de Protesto estão tomando no Brasil”, frisou.

No segundo momento, realizado na parte da tarde, os comunicadores dos Institutos foram divididos em grupos para discutirem as melhores estratégias para a condução das atividades da comunicação nos estados. E logo depois, o líder de cada grupo explanou, para os demais comunicadores presentes, os principais pontos discutidos em conjunto para o melhoramento da imagem dos cartórios de protesto na sociedade.

Para Larissa Squeff, esse encontro anual é importante para o alinhamento das ações de todos os Institutos de Protesto do país. “O Encontro Nacional de Comunicadores de Protesto é uma oportunidade que temos para trocarmos experiências entre os comunicadores e de conhecermos mais sobre a realidade de cada estado, para, assim, multiplicarmos as boas práticas. Esse ano, o encontro também teve como objetivo traçar novas ações para os Cartórios de Protesto e reforçar as atividades desenvolvidas por cada Instituto que estão dando certo”, destacou.

Todos os pontos discutidos no 2º Encontro Nacional de Comunicadores de Protesto serão apresentados, posteriormente, para todos os presidentes dos Institutos de cada estado.